small
Duodo Palace Hotel
Duodo Palace Hotel

História

O Duodo Palace Hotel de Veneza encontra-se instalado num histórico palácio do período seiscentista imerso no elegante Bairro de San Marco, perto do campo San Fantino, do prestigiado Ateneo Veneto e do Teatro La Fenice.

Aqui, junto da antiga igreja de San Fantino, o Ateneo Veneto foi desde o século XVII a sede de uma confraria devotada à Virgem dedicada a acompanhar os condenados ao patíbulo e, exactamente por isto, assume o nome de Confraternita di Santa Maria della Giustizia (Confraria de Santa Maria da Justiça).

Ao lado de tanta devoção 'trabalhavam' no palácio adjacente duas ‘cortesãs’ muito conhecidas, as irmãs Anna e Bettina Vidoni, com as quais a confraria entrou em conflito pela posse de um edifício próximo. O facto suscitou na altura grande hilaridade e espalha por Veneza o irónico epigrama: “Gran sussurro, gran schiamazzo xè sta fato ancuo a palazzo tra la scola dei picai e la casa dei pecai” (Grande burburinho, grande alarido se levantou hoje no palácio entre a escola dos pecadores e a casa dos pecados).

A poucos passos do campo, os quartos do Duodo Palace Hotel aguardam-no na sossegada Calle Minelli, que recebeu o seu nome da família bergamasca que, mediante matrimónio de um dos seus com a filha dos Maccarelli, entrou na posse de "calli" (ruelas), pátios e "sottoportici" (passagens sob edifícios) nos finais de 1650.

Corte Minelli era outrora Cà Giustinian, dado que, seguindo se diz, foi exactamente aqui que nasceram no ano de 1381 Lorenzo Giustinian – primeiro patriarca de Veneza – e no início do século XVIII o beato Nicolò, bispo da Ilha de Torcello, de Verona e por fim de Pádua.


Duodo Palace Hotel